Medeiros denuncia presença de Voldi Alves, investigado pela PF por possível fraude ao erário, em comissão que vai avaliar Mercado do Produtor

 

DOEM voldi

Na tribuna da Câmara de Juazeiro na sessão ordinária dessa terça-feira, 19, o vereador José Carlos Medeiros (PV) apresentou uma copia do Diário Oficial do Município do dia 12 de novembro deste ano, onde a prefeitura nomeia servidores para compor uma comissão de acompanhamento e avaliação jurídica dos mercados e feiras do Município de Juazeiro, e em especial o Mercado do Produtor.  O mais absurdo, como classifica o parlamentar, é a nomeação de  Voldi Silva Alves designado, no documento, como estagiário.

De acordo com o vereador, a presença de Voldi Alves na comissão é uma ‘ação imoral, pois o mesmo está sendo investigado pela Polícia Federal por possível ao erário público federal’. “No mês de junho denunciei no Ministério Público Estadual e Federal o senhor Voldi Silva Alves, a época coordenador da FENAGRI, por possível fraude contra o erário público federal. Voldi desempenhava funções na órbita do governo, na campanha de Isaac e nas vaquejadas, o que não condizem com a sua aposentadoria como invalido. Logo depois, apresentei vídeos que mostravam a participação dele no setor de licitação mesmo não fazendo parte dos quadros da prefeitura”, explica.

“A influência dele na gestão  de Isaac é semelhante à de PC Farias no governo de Fernando Collor de Melo. Agora, a prefeitura institucionaliza o seu PC Farias tomar conta das galinhas dos ovos de ouro do nosso povo, o Mercado do Produtor”, completa Medeiros..

O vereador lembrou que a comissão nomeada será responsável por avaliar as condições das feiras e mercados que poderão ser ‘privatizados’ de acordo com projeto aprovado pela Câmara. “Aprovaram o projeto de privatização no final do ano passado. Eu votei contra. Agora, o governo coloca esse mesmo cidadão para tomar conta de uma das principais riquezas do povo de Juazeiro, o Mercado Produtor. O prefeito deve uma resposta ao povo. Isso é uma imoralidade”, pontua.

Medeiros solicitou que a Câmara busque junto a prefeitura informações sobre a comissão, pois, qualquer projeto de licitação para esses espaços deve passar pelo crivo dos parlamentares. “Como as coisas estão nesse nível e essa Casa não sabe de nada? Não podemos ser coniventes com essa imoralidade”, finaliza.

Informações da Assessoria do vereador José Carlos Medeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *