Membros do PSB não vão pedir demissão, colocarão cargos à disposição

Fernando Bezerra

Os membros do PSB que ocupam cargos no governo federal não vão pedir demissão à presidência Dilma Rousseff.

Tanto o ministro Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) como o secretário nacional dos Portos, Leônidas Cristino e o presidente da Chesf, João Bosco Almeida, vão colocar seus cargos à disposição.

Segundo o ministro, foi a maneira que o partido encontrou de deixar a presidente Dilma Rousseff “inteiramente à vontade” para fazer as mudanças no seu governo que achar necessárias.

Ele disse também que vai pedir audiência à presidente nesta quinta-feira “para agradecer a oportunidade de servir ao Brasil como seu ministro da Integração Nacional”.

O secretário nacional do Portos, Leônidas Cristino, não participou da reunião porque está no exterior mas ele já havia conversado na véspera com o governador de Pernambuco.

O presidente da Chesf, João Bosco Almeida, não precisou participar da reunião porque é liderado político de Eduardo Campos. (Inaldo Sampaio)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.