Mídia corporativa se rende ao jornalismo profissional dos sites independentes

Pela primeira vez, os veículos progressistas foram tratados com respeito pela mídia corporativa, após a entrevista de Lula

www.brasil247.com - Lula
Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

Os veículos da mídia corporativa, aquela que depende do grande capital para produzir seu jornalismo, pela primeira vez demonstraram respeito pelo jornalismo profissional produzido pelos sites da mídia independente, aquela que é financiada pelo apoio de seus leitores e pela publicidade programática (a que vem de plataformas de tecnologia, em razão de sua audiência), ao cobrir a entrevista de ontem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A Folha cobriu o evento, que classificou como “encontro com jornalistas”, sem nenhum comentário pejorativo, e citou os veículos. “Participaram do encontro, que teve transmissão pelas redes sociais, jornalistas dos sites Brasil 247, Revista Fórum, DCM, Jornal GGN, Blog da Cidadania, Tutaméia, Jornalistas Livres e Rede Brasil Atual”, apontou o jornal, em sua reportagem. O Globo também falou apenas que as falas do ex-presidente ocorreram numa coletiva de imprensa, sem depreciar os veículos que participaram, como fazia no passado. O único detalhe negativo foi o comentário de Bernardo Mello Franco, na CBN, como destaca Luís Costa Pinto, diretor editorial do 247.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.