Mulher baleada por catador de lixo pode ficar tetraplégica

PA_0299

Uma mulher foi baleada por um catador de lixo, no início da noite desta quarta-feira (16). A vítima foi a gerente de uma loja de enxovais, Érica Calado do Nascimento Silva, de 38 anos. O crime aconteceu na avenida Barreto de Menezes, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. De acordo com depoimento do suspeito, a mulher tinha o seu telefone porque ele sempre recolhia papelão na loja. Contudo, a esposa do homem teria tido ciúmes da mulher, o que acabou gerando uma confusão na frente da loja e segundo o suspeito identificado por Rogério José Santos de Melo, de 19 anos, a vítima o teria ameaçado e por isso ele tentou a matar com um tiro na nuca, de pistola 765 de calibre 32.

Após o disparo, Érica foi socorrida para o hospital da Restauração (HR), no Derby, onde passou por cirurgia, e segundo os médicos, ela não corre risco de morte. Contudo, a informação é de que ela teria perdido todos os movimentos abaixo do pescoço, com grandes possibilidades de ficar tetraplégica.

No Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), juntamente com a esposa, a doméstica Maria Aparecida da Silva, de 35 anos, que também foi detida pelos policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar, ele confessou ter atirado nela, mas alegou que agiu porque teria sido ameaçado pela gerente. “Eu pedi para ela apagar o meu telefone, que ela tinha no celular dela. Daí ela disse que iria me matar, e por isso eu atirei nela”, relatou Rogério.

Sobre a arma, ele falou que já tinha há algum tempo, mas que não havia cometido nenhum crime anteriormente. Já a sua esposa, relatou que não sabia da existência da arma. Até o início da madrugada, o casal ainda permanecia no DHPP, onde prestaram depoimento acerca do caso.

Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *