Neto pode perder apoio do MDB se tiver Gualberto de vice, diz coluna

Foto: Reprodução / Instagram

Pré-candidato ao governo do estado, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), terá dificuldades de ‘arrumar a casa’ para os aliados até 2022, e já pode perder o apoio do MDB.

Em sua coluna no jornal A Tarde, Levi Vasconcelos aponta que o MDB condicionou o apoio a candidatura de Neto a um récuo do democrata na ideia, que tem sido ventilada ultimamente, de ter o prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB), como seu vice.

A sigla ainda não digeriu, de acordo com Levi, os esforços de Gualberto em rifar o MDB da chapa majoritárias nas últimas eleições, sob o argumento de que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, principal nome do partido no estado, causou um impacto negativo.

O colunista diz ainda que, caso Neto insista em Gualberto, o MDB deve migrar de vez para o lado do candidato Jaques Wagner.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *