Novo Presidente do PCdoB em Juazeiro determinado a encarar novos desafios

Gilson Araújo

Da Redação

O professor e historiador Gilson Araújo Ribeiro aceitou o grande desafio de reorganizar o PCdoB de Juazeiro nos próximos dois anos. O novo presidente considera a eleição e a reeleição de um prefeito pela própria legenda a maior vitória do partido.

“Não estávamos felizes com o rumo que Juazeiro estava tomando e encontramos na figura de Isaac a pessoa que faria essa mudança. Na época, ele tinha várias opções e decidiu filiar-se ao nosso partido. A vitória, que foi surpresa para muitos, para a gente já era esperada. A partir do momento em que o nome dele foi para a rua e pegou, foi igual à água morro abaixo”, conta.

Filiado desde 1987, participou de muitas manifestações, lutando contra a ditadura e a favor das “Diretas Já”, período em que o partido ainda estava na clandestinidade. Gilson começou a fazer parte da direção regional do PCdoB no início da década de 90. “No início, a gente militava dentro de um partido comunista que a gente nem conhecia direito, numa época em que as coisas eram conversadas a portas fechadas, pois, mesmo no fim, ainda sofríamos influência da ditadura. O partido nesse tempo era outro, mas a ideia do socialismo nos atraiu”, relembra.

Como metas da sua gestão, Gilson vai diz que vai trabalhar para arrumar o PCdoB, e encarar o desafio de impedir a dispersão no partido e na formação da militância comunista. “Vamos fazer com que a sede do partido seja visitada, que sirva de referência, não só para militância, mas para as pessoas que querem se filiar. Também queremos formar melhor a militância, pois muitos chegam ao partido sem o conhecimento mínimo inicial. Pretendemos fazer um calendário de formação e firmar uma parceria consistente com a Escola de Formação Nacional do partido”, disse.

Sobre a reeleição do prefeito Isaac, ele diz ter sido a reafirmação do que as pessoas tinham desejado há 4 anos. “Eu sempre respondia que onde o PCdoB elege um gestor municipal, esse é reeleito. Embora as críticas ainda continuem, pois sempre fomos vitrine, o governo tem respondido sempre com trabalho. Hoje, tem uma série de avanços, principalmente nas áreas mais críticas que são educação e saúde. Quem agora fica babando de ódio é porque não fez o simples, nem o essencial para a população”, constata.

Pensando nas próximas eleições, Gilson afirma que o PCdoB apoiará novamente Daniel Almeida para Deputado Federal e aposta que de Juazeiro sairá um nome do PCdoB para Estadual, apoiado pelas cidades circunvizinhas. “Conversas estão sendo feitas com a militância e temos bons nomes sendo avaliados. O importante é que todos se comprometam em ajudar a tocar o barco em frente”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *