O cara de pau do ano

Quem lê o vasto relatório pensa que está vendo coisas que nunca viu

Por: Levi Vasconcelos

Valdemar Costa Neto, candidato a cara de pau do ano
Valdemar Costa Neto, candidato a cara de pau do ano – 

Um levantamento feito pelo site Aos fatos mostra que durante o mandato Bolsonaro mentiu 6.673 vezes. No vasto cabedal vão desde declarações dizendo que o governo dele foi um arauto na defesa da vacina contra a Covid até a afirmação pura e simples de que também no governo dele não houve corrupção.

Quem lê o vasto relatório pensa que está vendo coisas que nunca viu. No pós-eleição, a contramão da lógica continua a prevalecer. De saída, a baderna, que antes era como chamavam os protestos esquerdistas, agora vem de direitistas, curiosamente bradando ‘volta a ditadura’.

E eis que quando se pensa que não há mais absurdos para se admirar, entra em cena Valdemar Costa Neto, o presidente do PL, contestando 279 mil urnas compradas antes de 2020, sem apresentar qualquer prova, com a ressalva, os resultados suspeitos são só os do 2º turno.

Na pele —Simples. No 1º turno os filiados ou aliados dele ganharam, fazendo maioria no Congresso. No 2º, Lula ganhou de Bolsonaro. Simples: o que ele ganhou, está bom, o que perdeu, mesmo sendo as mesmas urnas, é suspeito. Tão pueril quanto ingênuo , não?

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, e presidente do TSE, pediu que ele contestasse também o 1º turno. Mais ainda, pulou fora, dizendo que se a justiça quiser, que o faça.

Claro que Bolsonaro e seus aliados  também nunca se importaram em dar coerência aos seus atos. O próprio Valdemar Costa Neto já foi presidiário, condenado a mais de sete anos de cadeia no mensalão. Mas o ex-presidiário e ladrão é só Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.