‘O governo Isaac Carvalho não entendeu o papel do vereador e rompeu comigo’, disse Bené Marques

Bené Marques

Thalita Bezerra – Ação Popular

O vereador Bené Marques (PSDB) afirma que é pra valer o seu rompimento político com a administração Isaac Carvalho (PCdoB). Em entrevista ao Jornal Ação Popular, Bené confirmou que foi ‘convidado a romper’ por alertar à administração sobre alguns pontos críticos no plenário da Câmara. “Faço política séria, o que estiver de bom vou agradecer e o que não estiver vou cobrar, no último dia 04 de junho questionei o aumento da água e relatei a situação da saúde nos PSF´s, portanto o governo não entendeu que esse é o papel de um vereador. Fui eleito para representar o povo e não para ser capacho”.

“Continuamos apoiando o PSDB e estamos presentes em todas as reuniões, nossa intenção é apoiar o partido 100% só depende dos deputados do partido mostrar o seu trabalho e o interesse de ver o desenvolvimento da Bahia. Vamos levantar essa bandeira e queremos ver uma Juazeiro melhor”, acrescentou.

Questionado sobre a rejeição das últimas contas do prefeito Isaac, onde a maioria dos vereadores foram a favor, Bené afirmou que foi um dos vereadores que votou contra. “Não tenho nada pessoal contra o governo municipal e sim porque desde o ano passado eu sempre estava reclamando que os projetos chegavam em cima da hora para os vereadores analisarem, as contas do prefeito chegou meia hora antes da votação, não tive tempo de ler e sem sequer analisar, justamente por isso que não fui favorável. O Presidente da Câmara deveria ter adiado a votação para que os vereadores pudessem analisar direito, a câmara errou em ter colocado a votação naquele momento”.

Por outro lado, Bené lamentou a situação em que se encontra a cidade e destacou algumas irregularidades. “Hoje é grande a aclamação dos juazeirenses, a cidade está totalmente esburacada e a saúde precária. Neste mês de julho aniversário da cidade não tivemos nenhuma obra inaugurada de grande importância na cidade. Ano passado conversei pessoalmente com o prefeito para investir o dinheiro do município em obras e ele e sua equipe alegaram que não podia mexer no dinheiro porque tinham que pagar a dívida do saneamento, se ele pegasse todos os meses R$ 200 mil do dinheiro público daria para pavimentar 2 ruas por mês e em quatro anos pavimentaria 100 ruas. Se tiver boa vontade o prefeito pode fazer inúmeras obras com a verba do município e isso ainda está faltando na gestão Isaac. Hoje ninguém vê uma rua pavimentada e nem sabe para onde está indo o dinheiro que entra nos cofres da prefeitura. Algo de errado está acontecendo, é caso de investigação porque a receita em vez de diminuir fez foi aumentar o que está deixando, mais ainda, a população revoltada com a cidade toda esburacada e abandonada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *