“Para botar o carro para andar, precisamos desatolar”, diz vereador de Uauá

Rosevaldo Loiola

Da Redação

Direto da Capital do Bode, Uauá, Bahia, o líder do governo na Câmara de Vereadores, Rosevaldo Loiola (PDT), fala sobre seu trabalho, a situação do município e declara: “Após oito anos de um governo desastroso, o nosso município está sendo colocado em uma direção voltada para as pessoas que mais precisam”.

Loiola conta que a situação do município é semelhante a de quase todos do Território do São Francisco, onde é necessário muito trabalho para enfrentar as dificuldades. Ele ressalta o trabalho de recuperação das estradas no município. “Assim que assumiu Olimpio locou 2 patrols para fazer todas as estradas que ligam o interior do município a sede. Beneficiando, principalmente, os alunos da zona rural quando são transportados de suas casas para as escolas. É um município de uma área muito grande, até a semana passada já foram patrolados 1600km de estradas”.

Como líder do governo Rosevaldo Loiola tem como principal função, orientar, esclarecer dúvidas de projetos do Executivo, e ser o elo de diálogo entre o prefeito e os vereadores. Um trabalho difícil, uma vez que a maioria é de oposição, inclusive o presidente da Casa. “De certa forma existe uma ‘guerra’ partidária entre a administração e o legislativo. Alguns vereadores foram eleitos através de Jorge Lobo (ex-prefeito), então eles são defensores de carteirinha dele, e a verdade é que, Lobo deixou sinais de miséria e desfalque nos cofres públicos”.

O vereador é contundente ao falar da gestão passada. “Qualquer cidadão lamenta e muito pela situação que foi encontrada o município de Uauá. Foram mais de R$ 2 milhões para limpar o município. Há poucos dias, Uauá voltou a ficar com nome sujo, com problemas na educação, problemas estes deixado por Jorge, isso é uma particularidade que não é somente na educação e sim em todas as áreas que abrange o município”.

E ele cobra providências. “Esperamos que o Ministério Público tome alguma providência e assim Olimpio dê uma resposta para a população e reverta todo quadro caótico da cidade. Esse primeiro ano está sendo mais para arrumar a casa, é impossível trabalhar do jeito que está, para botar para o carro andar, precisamos desatolar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *