Pernambuco terá um representante no BBB 21

Do Diário de Pernambuco – O estado de Pernambuco será representado no Big Brother Brasil 21, da TV Globo, pelo doutorando em Economia Gilberto, de 29 anos. Ele é o novo integrante confirmado para o grupo Pipoca, participantes que se inscreveram para participar do programa.

Nascido em Jaboatão dos Guararapes e criado no Paulista, municípios da Região Metropolitana do Recife, Gilberto é a primeira pessoa de sua família a passar em uma universidade pública. “Era puxado: três ônibus para ir e três para voltar. Mas valeu a pena”, relembrou ao GShow, afirmando que dormia apenas três horas por noite. De origem humilde, o seu pai teve problemas com drogas, o que influenciou o seu tema de pesquisa na UFPE. O brother se tornou mórmon aos 10 anos, influenciado pela mãe.

Quando se descobriu homossexual, Gilberto decidiu investir na carreira de missionário. Durante dois anos, ele visitou áreas de São Paulo. No retorno, resolveu suas questões pessoais e voltou a estudar.

Foi quando ele aprendeu que não deveria se importar com a opinião dos outros: “Durante o período em que estava muito firme na igreja, tentava agradar as pessoas. Hoje, sei que eu sou bom e descobri que sou a minha melhor versão sendo sincero”, afirmou, em entrevista ao GShow.

Atualmente, Gilberto faz doutorado em Economia na Universide Federal de Pernambuco, onde pesquisa a relação entre a ação do Estado e o nível de violência cometido dentro do mercado de drogas. “Meu pai teve relação com as drogas. Sofri isso na pele e quero, de alguma forma, contribuir”, explicou, ao GShow. Ele ainda aguarda o resultado de provas para iniciar seu PhD nos Estados Unidos: “Dá para pegar o R$ 1,5 milhão e ir embora.”

“Sou autêntico, sincero, honesto, não tenho medo de me expor, nem de me posicionar. Sou um perfil único. Quando alguém falar de BBB21, vai falar de mim. A vida me fez estar sempre atento”, disse o brother. Ele também revelou que nunca namorou com homens: “Sou canceriano, me apaixono (…) Nunca namorei homem, mas estou querendo muito. Só que ninguém me quer. Está difícil. Como estudo muito, os homens não têm paciência, porque não passo dar atenção o dia inteiro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *