Pesquisa Ipec em Pernambuco para o Senado: Teresa, 25%, André, 11%, Guilherme, 9% e Gilson, 9%

 

Pesquisa do Ipec divulgada, há pouco, pela Globo, revela os índices de intenção de voto para o cargo de senador por Pernambuco. A candidata do PT, Teresa Leitão, segue na liderança da disputa, com 25% das intenções de voto, seguida pelo candidato do PSD, André de Paula, com 11%.

Os dois candidatos repetiram as posições do levantamento anterior do instituto para o cargo de senador por Pernambuco, divulgado em 6 de setembro, quando ela teve 24% das intenções de voto e ele, 10%. O crescimento de Teresa e o de André foi de um ponto percentual, cada um, dentro da margem de erro.

Gilson Machado (PL) e Guilherme Coelho (PSDB) mantiveram o percentual da última pesquisa, de 9%. Carlos Andrade Lima (União Brasil) aumentou um ponto percentual e chegou a 3%.

Roberta Rita (PCO) e Esteves Jacinto (PRTB) perderam um ponto percentual, cada um, e agora aparecem com 2%. Eugênia Lima (PSOL) caiu um ponto percentual e atingiu 1%. Dayse Medeiros (PSTU) perdeu dois pontos percentuais e também está com 1%.

Resposta estimulada e única:

  • Teresa Leitão (PT): 25% (24% na pesquisa anterior, em 6 de setembro)
  • André de Paula (PSD): 11% (10% na pesquisa anterior)
  • Gilson Machado (PL): 9% (9% na pesquisa anterior)
  • Guilherme Coelho (PSDB): 9% (9% na pesquisa anterior)
  • Carlos Andrade Lima (União Brasil): 3% (2% na pesquisa anterior)
  • Roberta Rita (PCO): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Esteves Jacinto (PRTB): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Eugênia Lima (PSOL): 1% (2% na pesquisa anterior)
  • Dayse Medeiros (PSTU): 1% (3% na pesquisa anterior)
  • Teio Ramos (PMB): * (* na pesquisa anterior)
  • Brancos e nulos: 21% (19% na pesquisa anterior)
  • Não souberam: 16% (17% na pesquisa anterior)

*O candidato Teio Ramos (PMB) não aparece nesta pesquisa, pois a candidatura dele foi retirada pelo Partido da Mulher Brasileira.

A pesquisa ouviu 1.504 pessoas entre os dias 18 e 20 de setembro em 57 municípios pernambucanos. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o código BR-00352/2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.