Pesquisa Quaest mostra que eleitor não se vende: 82% sabem do aumento do auxílio, mas 74% não mudam voto

Plano de Bolsonaro comprar votos com o Auxílio Brasil turbinado foi uma tentativa frustrada, segundo o levantamento

www.brasil247.com - Lula e Jair Bolsonaro
Lula e Jair Bolsonaro (Foto: Alessandro Dantas | Leonardo Sá/Agência Senado | Clauber Cleber Caetano/PR)

Pesquisa presencial Quaest, contratada pelo banco Genial, divulgada nesta quarta-feira (3) escancara a tentativa frustrada de Jair Bolsonaro (PL) de comprar votos por meio do aumento do Auxílio Brasil, que subiu para R$ 600.

De acordo com a pesquisa 82% têm conhecimento do benefício turbinado, mas 74% dizem que a mudança no programa social não altera seus votos.

.

Para 46%, o aumento no Auxílio Brasil “não faz diferença” e para 28% “diminui” suas chances de votar em Bolsonaro. Somente 24% responderam que o auxílio turbinado aumenta as chances de voto no atual chefe do governo federal.

grafico

 

grafico

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores presencialmente entre 28 e 31 de julho. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro de dois pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-02546/2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.