PGR investiga oito governadores por suspeita de contratos irregulares

PGR investiga oito governadores por suspeita de contratos irregulares

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Oito governadores são alvos da Procuradoria-Geral da República (PGR) por suspeitas de irregularidades em contratos firmados durante a crise provocada pelo avanço do coronavírus, segundo a colunista Monica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

 

As gestões de João Doria (PSDB-SP), Wilson Miranda Lima (PSC-AM), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevedo (PSB-PB) e Wilson Witzel (PSC-RJ) estão entre as investigadas. Além delas, outras três que não tiveram os nomes revelados estão na lista.

 

Ainda de acordo com a publicação, a Procuradoria já está encaminhando ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) pedido de autorização para a abertura de inquérito. Por terem prerrogativa de foro, governadores só podem ser investigados após autorização do STJ.

 

As investigações mais avançadas seriam as dos estados do Rio de Janeiro e do Pará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *