Policial faz sexo oral em colega casado durante patrulha e os dois são afastados

Após serem descobertos por GPS, homem – que era casado com outra policial – confessou que os dois trocavam ‘carícias sexuais intensas’ em horário de patrulha

Por O Dia

Policiais foram afastados após serem descobertos

Policiais foram afastados após serem descobertos – Reprodução
Gwent – Dois policiais que trabalhavam na cidade de Gwent, no País de Gales, foram afastados após a polícia local descobrir que eles mantinham relações sexuais durante o horário de serviço. Zoe Philips, de 32 anos, teria feito sexo oral no colega, Andrew Perry, de 35 anos, enquanto estavam em horário de suas respectivas patrulhas. O homem é casado com outra policial, colega dos dois. As informações são do jornal britânico Daily Star.

Galeria de Fotos

Policiais foram afastados após serem descobertosREPRODUÇÃO

Policiais foram afastados após serem descobertosREPRODUÇÃO

Policiais foram afastados após serem descobertosREPRODUÇÃO

Segundo o jornal, eles foram descobertos após serem detectados pelo serviço de GPS, no mesmo local, sem nenhum motivo aparente. Andrew Perry, então, confessou que os dois trocavam “carícias sexuais intensas” e que ela teria feito sexo oral nele.
Os dois foram alvos de um processo disciplinar por má conduta e foram afastados de seus serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *