Policial federal é morto a tiros em comunidade do Rio

Crime aconteceu na favela do Rola. Um segundo agente ficou ferido

Por O Dia

Veículo foi pichado após ataque

Veículo foi pichado após ataque – Whatsapp O DIA (98762-8248)
Um policial federal morreu e um outro agente foi baleado, na tarde desta quinta-feira, após serem atacados a tiros na Favela do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. Identificado como Ronaldo H., ele trabalhava na Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado (Delecor), foi atingido por disparos no local. A segunda vítima, identificada apenas como Plínio, ficou ferida e conseguiu se esconder em uma casa da região.
Segundo informações preliminares, os agentes teriam ido à comunidade fazer uma intimação, quando foram atacados por milicianos. Testemunhas informaram que os paramilitares teriam pichado o carro descaracterizado dos agentes com iniciais de uma facção criminosa para “pôr a culpa em traficantes”. No entanto, a informação não foi confirmada pela polícia.
Em nota, a Polícia Federal informou “com profundo pesar, o falecimento de um agente de Polícia Federal, lotado na Superintendência Regional da Polícia Federal do Rio de Janeiro, atingido por disparos de arma de fogo, na tarde de hoje, enquanto realizava diligência na comunidade de Antares, no Bairro de Santa Cruz”.
Às 19h desta quinta-feira, policiais federais e civis estavam na Favela do Rola, tentando localizar suspeitos pelo crime. O poder público não informou se o caso será investigado pela Polícia Civil ou pela Polícia Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *