Prefeita demite mulher de vereador, não paga salários atrasados e é chamada de “vagabunda”

Uma discussão envolvendo a prefeita de Mirandiba-PE, Rose Cléa Máximo e o vereador Josa de Pedro, foi parar na delegacia, na última quarta-feira (05).

Segundo a prefeita, a mesma estava em seu gabinete quando o vereador chegou para falar sobre a demissão de sua esposa (Vanessa), essa que trabalhava na secretaria da mulher do município, e bastante exaltado, Josa questionou a respeito dos valores que sua Vanessa teria para receber, e determinou um prazo de 10 dias para o pagamento, e ainda ameaçou tomar a chave ou tocaria fogo no veículo da prefeita, caso não cumprisse o prazo determinado. Ainda segundo a Rose Cléa, Josa a ofendeu chamando-a de “vagabunda”, deu tapa na mesa dela e disse “Se você fosse um homem iria ver”.

A redação do Portal Conexão Verdade, Josa disse que foi apenas cobrar o que é de direito de sua esposa, mas diante do atendimento medíocre e debochado por farte da prefeita o mesmo não teve como ficar calado. O vereador ainda fez criticas e lamentou o tratamento que vem recebendo as pessoas que ajudaram a prefeita durante muito tempo.

“Eu fiz de tudo pra ajudar essa prefeita, até lixo entulho eu fui apanhar nas ruas de Mirandiba,  minha esposa tem três meses de salário atrasado,  ela demitiu minha esposa sem aviso prévio,  mais aqui e assim quem ajudou a prefeita foi afastado por ela que vive rodeada de pessoas incompetentes, que levaram Mirandiba ao caos, eu só quero o que é justo, o salário de minha esposa e mais nada”. Disse Josa

Fonte: Conexão Verdade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *