Prefeito de Santarém diz que queimadas tem envolvimento de policiais

Declaração foi dada através de um áudio para o governador Hélder Barbalho

Os incêndios criminosos ocorridos em Alter do Chão, no município de Santarém-PA, foram feitos com a intenção de limpar os terrenos para depois vendê-los ilegalmente. Quem revelou o esquema foi o próprio prefeito da cidade Nélio Aguiar (DEM).

Através de uma mensagem de áudio o prefeito pede ajuda ao governador Hélder Barbalho para que envie equipes do Corpo de Bombeiros e também da Polícia Militar, já que o grupo que estava promovendo as queimadas andava armado.

“Essa área é uma área de invasores. Tem policiais por trás. O povo só anda armado lá. Só está a brigada, os bombeiros não estão indo lá”, diz o prefeito no áudio.

A declaração de Nélio Aguiar vai de encontro ao inquérito da Polícia Civil, que prendeu na última terça-feira (26) quatro voluntários da Brigada de Incêndio Florestal de Alter do Chão, acusados de terem iniciado o fogo. A mensagem também confirma a linha de investigação do Ministério Público Federal, que indica que o incêndio foi provocado por grileiros interessados em vender lotes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *