Prefeito de Sobradinho trabalha para contornar problemas deixados pelo antecessor

luis-vicente
Luiz Vicente Berti

Da Redação

O prefeito de Sobradinho, norte da Bahia, Luiz Vicente Berti (PDT), concedeu entrevista ao Ação e falou dos problema enfrentados por sua gestão e o direcionamento que está dando à cidade. Entre os problemas, a demissão de funcionários, a paralisação de professores e o atraso dos salários.

Os professores do município paralisaram suas atividades, reivindicando o pagamento dos salários e do 13º em atraso. Luiz Vicente justificou que encontrou a prefeitura em débito e que a gestão anterior não arcou com os pagamentos dos funcionários. “Posso dizer que o ex-gestor sacou dos cofres públicos todo recurso do município do FUNDEB, e não pagou sequer um professor. Fizemos um acordo com o sindicato, já pagamos esse ano o salário atrasado do ano de 2012,  fizemos  agora acordo para pagar o 13º de 2012. Infelizmente, só quem perde com isso é a população de Sobradinho pela irresponsabilidade deixada por aqueles que tiveram frente ao município”, explicou.

Segundo o chefe do executivo, o município recebe um recurso total em torno de R$ 2,7 milhões, e já arcou com aproximadamente, este ano, com o pagamento de R$ 2,2 milhões em débitos deixados pela administração passada. O prefeito informou ainda que somente em energia,  o município tinha um débito de R$ 140 mil.  “O que nós já pagamos em débito esse ano, é, como se o município de Sobradinho tivesse parado o  mês  inteiro sem pagar médico, sem pagar professor, sem pagar energia,  sem mandar o duodécimo da Câmara, sem pagar medicamento, sem pagar merenda escolar, sem pagar suas obrigações e fosse arcar com os débitos daqueles que não tiveram responsabilidade quando estiveram a frente do município”, ressalta

No mês de julho, o prefeito esteve em Brasília, onde participou de uma reunião com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, para apresentar projetos e captar investimentos junto ao Governo Federal. O prefeito informou que reivindicou o saneamento básico de Sobradinho. “Nós já estamos mudando,  ainda esse  mês estaremos lançando um edital para aquisição de tubos, para que a gente possa iniciar o  saneamento básico do município com recurso próprio. Estamos lutando  para desenvolver o município”.

Outro problema também enfrentado na sua gestão foram as demissões ocorridas no mês agosto. A prefeitura demitiu e exonerou funcionários e reduziu cargos e salários de funcionários municipais, para cumprir o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LFR), as exigências do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e do Ministério Público, que determina que o gasto com pessoal não exceda 54% da receita corrente líquida dos municípios.

Segundo o prefeito, Sobradinho já vivencia um novo momento, “embora a sociedade esteja ansiosa para ver grandes obras, o município já está em um novo direcionamento, quitando os débitos, assegurando  os serviços básicos, estão funcionando todos os programas de assistência social, o PET, o Projovem, o CRAS, hoje temos o programa Nossa Sopa, que é em parceria com o governo federal, e ai estamos direcionando e dando um novo direcionamento ao município de Sobradinho”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *