Presidente sírio diz que Turquia pagará caro por apoio a “terroristas”

assad

A Turquia vai pagar caro pelo apoio aos “terroristas” que lutam para derrubar o regime sírio, disse o presidente da Síria, Bashar Al Assad, em entrevista a um canal de televisão turco. “Em um futuro próximo, esses terroristas irão causar problemas à Turquia. E a Turquia vai pagar caro “.

O chefe de Estado sírio foi questionado sobre a presença na fronteira turca de rebeldes jihadistas ligados à Al Qaeda. “Não é possível usar o terrorismo como uma carta e colocá-la no seu próprio bolso. Porque [o terrorismo] é como um escorpião que não hesita em mordê-lo quando chegar a hora”, declarou Assad.

O governo islâmico-conservador turco, muito hostil ao regime sírio, é um dos que apoiam a rebelião na Síria. Sobre o helicóptero sírio abatido pela Força Aérea turca em 16 de setembro, depois de entrar no espaço aéreo do país, Assad reconheceu que o aparelho, que caiu em território sírio, violou o espaço aéreo turco.

Ele justificou a entrada do helicóptero na Turquia, explicando que ele impediria “a infiltração de grande número de terroristas” da Síria para a Turquia. Bashar Al Assad disse que os dois pilotos da aeronave foram “brutalmente decapitados” por rebeldes sírios depois de serem capturados vivos.

O Parlamento turco renovou nessa quinta-feira por mais um ano o mandato do governo que permite, se necessário, o envio de tropas para a Síria. (Agência Lusa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *