Produção industrial desaba no mês de junho, diz CNI


A produção industrial teve pior índice para o mês de junho em 4 anos. O alto índice de desemprego no país fez com que a indústria brasileira registrasse em junho o pior índice de evolução (43,4 pontos) para o mês dos últimos quatro anos. As informações são de uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada pelo G1 nesta segunda-feira (22).

De acordo com a CNI, mais de 40% dos empresários ouvidos citaram a demanda interna insuficiente como um dos principais problemas para o crescimento. Sem emprego e com rendas familiares cada vez menores, os brasileiros têm comprado menos. Os cortes já atingem até produtos considerados essenciais como alimentos e produtos de higiene, segundo pesquisa publicada em março. E se as pessoas não compram, a indústria não produz.

Outro dado da pesquisa da CNI que prova isso é o aumento do estoque acumulado. O indicador atingiu 52,2 pontos em junho. O maior índice registrado desde maio de 2018.

Em entrevista ao G1, Marcelo Azevedo, economista da CNI, ressalta que “a preocupação com a falta de demanda desestimula os empresários a aumentar a produção, fazer investimentos e criar empregos, o que dificulta ainda mais a recuperação da economia”.

Nesse contexto, a geração de empregos no setor industrial também caiu. De acordo com a CNI, o número de evolução do número de empregados ficou em 47,2 pontos em junho – valor menor que o registrado nos dois anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *