PSL quer cassar Daniel Silveira que é deputado do próprio partido

 

O partido do presidente Bolsonaro (por enquanto) decidiu que vai pedir a cassação do deputado Daniel Silveira, do Rio de Janeiro.

A legenda viu quebra do decoro parlamentar por parte de Daniel que gravou escondido uma reunião da bancada.

Foi ele o responsável pela gravação em que o Delegado Waldir aparece chamando Bolsonaro de “vagabundo” e que iria “implodir” o presidente.

É a primeira vez que o conselho de ética da Câmara recebe uma representação contra a própria bancada de uma legenda.

Além disso, a executiva nacional do PSL decidiu suspender cinco parlamentares ligados a Bolsonaro. Alê Silva (MG); Bibo Nunes (RS); Carlos Jordy (RJ); Carla Zambelli (SP); e Filipe Barros (PR).

É fogo no laranjal.

Com informações da Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *