Reinaldo: Deltan omite informações da PGR e trabalha com o FBI

A revelação de que o procurador Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato em Curitiba, trabalhou em parceria com o FBI num projeto de destruição das empresas brasileiras de engenharia, o que atende aos interesses econômicos e geopolíticos dos Estados Unidos, foi tema da coluna desta sexta-feira do jornalista Reinaldo Azevedo, na Folha de S. Paulo.

“Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, resolveu subir nas tamancas porque a subprocuradora-geral Lindora Araújo, da PGR, cobrou o compartilhamento de dados de investigações lá em curso”, escreveu o jornalista.

“Acusou interferência indevida, apresentou denúncia à Corregedoria do MPF — a diligência está aberta — e omitiu do público que há uma decisão de 2015 determinando esse compartilhamento. Ele não quer papo com a PGR. Só com o FBI”, pontuou Reinaldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *