Ricos, famosos e a comitiva de Bolsonaro espalharam o coronavírus no Brasil

A editorialista Eliane Trindade, da Folha, registra que de Aspen a Itacaré, viajantes ricos e famosos trouxeram o coronavírus do exterior. Também não dá para esquecer da comitiva do presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos, que trouxe 23 integrantes infectados pela COVID-19.

De acordo com Trindade, esses endinheirados e famosos estão na mira das autoridades sanitárias brasileiras porque são os maiores disseminadores no País.

O que dizer, então, de Bolsonaro? O presidente não segue as orientações de isolamento e não apresenta em público o resultado de seu exame para o coronavírus.

O vírus frequenta dos points badalados no litoral baiano, como Itacaré, ao tradicional Country Club do Rio de Janeiro. Foi trazido para estas plagas pela bem viajada burguesia e até por “príncipes” que reivindicam o trono no Brasil.

Eliane relata como o coronavírus vem contaminando o andar de baixo, isto é, pessoas mais pobres que nunca estiveram em Paris, Milão, Londres e Nova York, mas foram contaminadas pelos patrões.

“Deu no New York Times a morte da empregada doméstica Cleonice Gonçalves, 63, na terça-feira (17), primeiro óbito oficial pela Covid-19 no estado do Rio. A funcionária fora contaminada pela patroa, moradora do Leblon, que passara férias na Itália”, exemplifica a editorialista.

A COVID-19, por ora, é doença de rico. Mas também já começou a matar pobres.

Ricos e famosos utilizam as redes sociais para anunciar “positivo” o teste de coronavírus. É o mesmo fenômeno da tornozeleira eletrônica no auge da operação Lava Jato: endinheirado que se prezasse tinha de mostrar um equipamento, enquanto petistas e adversários políticos deveriam ficar atrás das grades.

Se esta página fosse ligada às confissões evangélicas, com certeza, diria que o coronavírus era um castigo divino pelos sete pecados capitais da burguesia:

  1. Gula
  2. Avareza
  3. Luxúria
  4. Ira
  5. Inveja
  6. Preguiça
  7. Soberba

Mas o Blog do Esmael não tem religião, embora respeite a fé alheia. É uma página plural e suprapartidária. Fonte de informação gratuita e de boa qualidade, portanto continuará cumprindo sua função social nesses tempos de coronavírus: ‘fique em casa, mas leia o Blog do Esmael’.

O coronavírus pode ter sido trazido por ricos e famosos, coisa de “cidadãos de bem”, mas ele vai se espalhar entre todos nós –independentemente de classes sociais. É o que dizem as autoridades sanitárias. Por isso é fundamental que as pessoas levem a sério as restrições à circulação e à aglomeração.

Com informações da Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *