Rodada de Negócios do Sebrae movimenta R$ 30 milhões em Petrolina – PE

1 (1)

Um movimento de acordos comerciais, a curto, médio e longo prazos, na ordem de R$ 30 milhões, marcou nesta quinta-feira (10), em Petrolina – PE, a Rodada de Negócios promovida pelo Sebrae – PE, com produtores de frutas do Vale do São Francisco e representantes de redes varejistas e distribuidores de hortifrutigranjeiros de todas as regiões do país.

A Rodada, que começou às 16h no Hotel Quality, após uma palestra com o consultor do Sebrae Nacional e do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, Naji Harb, promoveu 200 encontros envolvendo 19 empresas âncoras (compradores), a exemplo das redes de supermercado, Hortifruti, Bela Vista, Extrafruti e o grupo espanhol Socomo, ligado ao Carrefour.  Das 48 empresas flutuantes (vendedores), a maioria era de cooperativas de fruticultores, pequenos e médios produtores de frutas do Vale, destacando a uva, manga, banana, maracujá e coco.

Para o produtor de frutas Rafael Bin, da fazenda Campodoro, em Petrolina, a Rodada foi extremamente positiva. “Fechei um negócio com a rede Extrafruit para começar a entregar a partir de amanhã 200 toneladas de uvas nas variedades Thompson, Crimson e Midnight. Além deste negócio a curto prazo, dei também o primeiro passo para compra de etiquetas para embalagem com uma empresa que apresentou propostas interessantes”.

Segundo o gerente comercial da rede Extrafruit, Marcos Simoness, a Rodada também serviu para ampliar os horizontes da empresa no Nordeste. “Fizemos muitos acordos comerciais com fornecedores que já conhecíamos e ampliamos o portfólio de clientes na região com o fechamento de negócios atraindo novos produtores, diversificando a oferta e melhorando a qualidade dos nossos produtos”.

De acordo com o gestor de fruticultura irrigada da Unidade de Negócios do Sebrae Sertão do São Francisco, Domingos Sávio o evento superou as expectativas, tanto com a comercialização de frutas, quanto com os negócios feitos nas áreas de serviços, consultorias, análises laboratoriais, fornecedores de tecnologia e fabricantes de embalagens.

“Destacamos ainda a participação de instituições de ensino, a exemplo do Senai e dos bancos do Brasil e da Caixa Econômica. Juntos com os produtores, as cadeias de supermercados que já compravam nossas frutas e  os novos compradores, a exemplo das empresas que vieram de Florianópolis – SC, Rio de Janeiro – RJ, Teresina – PI, São Luiz – MA, Goiânia – GO e Brasília – DF,  fizemos verdadeiramente uma grande Rodada de Negócios”, finalizou Domingos Sávio. E completando a programação, nesta sexta-feira (11), representantes de várias empresas âncoras vão visitar algumas propriedades agrícolas e empresas da região. (Clas Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *