Rui chama Alexandre Aleluia de “filhinho de papai rico, e sem voto” e avisa que vai processar autores de fake news

[Rui chama Alexandre Aleluia de

O governador Rui Costa (PT) rebateu as acusações do vereador Alexandre Aleluia (DEM) segundo as quais o gestor estadual estaria perseguindo politicamente o capitão da PM André Porciúncula, a fim de impedi-lo de assumir cargo no governo Bolsonaro.

Ao dizer que não entraria em polêmicas, Rui Costa disparou contra Alexandre Aleluia, a quem definiu como “filhinho de papai rico” e “candidato desesperado com pouco voto”. “São candidatos que vão dizendo o que quer desesperados atrás de votos. Nao vou ajudar esses candidatos entrando em polêmica. Eles têm medo de perder eleição porque têm pouco voto. Se me ofender vai receber processo nas costas. Tenho palavra e vergonha na cara. Isso ninguém tira de mim. Filho de gente rica, de papaizinho, que quer se perpetuar na vida política. Nunca teve a capacidade de administrar nada, nem uma empresa e vem atrás de mim com polêmicas pra ganhar voto. Não vou entrar nessa”, sentenciou o governador.

O gestor confirmou ainda informação da Folha de S. Paulo de que processaria o servidor da Câmara, Cláudio Lessa, pela divulgação de fake news relacionada à superlotação de um hospital. “Advogados vão processar todas as fake news que envolvam o meu nome e o Estado. Depois de operações para prender essas pessoas as notícias falsas diminuíram muito, mas ainda existe. Este servidor estava espalhando mentiras sobre lotação em um hospital como se fosse no HGE. Calúnia e mentira, além de comentários ofensivos. Se fizer isso contra mim e contra o Estado vou abrir processo civil e criminal. Um dos processados, inclusive, pediu pra fazer acordo e sugeriu publicar pedido de desculpas nas redes sociais, mas insisti para que essa pessoa coce o bolso um pouquinho”, avisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *