Sisu abre inscrições nesta terça-feira para 5,8 mil vagas na Bahia

Esther Morais*
Sisu abre inscrições nesta terça-feira para 5,8 mil vagas na Bahia

Veja como participar

Serão abertas nesta terça-feira (28) as inscrições para o segundo processo seletivo de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ao todo serão ofertadas 65,9 mil vagas para ingresso em 73 instituições públicas de ensino superior. Na Bahia, sete universidades concedem 5.858 vagas para estudantes que visam a troca externa de instituição, curso ou a primeira vaga em uma estadual ou federal. A Universidade Federal da Bahia (Ufba) disponibiliza o maior número de vagas dentre as baianas: 1.556 em 38 cursos.

Completam a lista a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), com 1.061 vagas em 28 cursos; Universidade do Estado da Bahia (Uneb), com 860 vagas em 51 cursos; Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com 1.080 vagas em 30 cursos; Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com 331 vagas em 20 cursos; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), com 950 vagas em 29 cursos e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano), com 20 vagas em um curso. As informações estão de acordo com dados abertos do Ministério da Educação (MEC).

Estudante de Arqueologia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a baiana Ana Carolina Santos, 18, busca migrar para a área de Comunicação e retornar à Bahia, pela Ufba, a partir do Sisu. “As universidades públicas são minha meta, primeiramente porque não precisa pagar mensalidade e outras taxas. Sinto também que o espaço é mais aberto a oportunidades”, afirma.

Para se inscrever no Sisu, será necessária a realização do Enem de 2021 com resultado superior a zero na Redação. Treineiros – alunos que concluirão o Ensino Médio após o ano de realização do Enem – também não poderão participar do processo.

Aos aptos, é preciso ter conta no endereço virtual Gov.br. A inscrição é gratuita e válida até 1º de julho. O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6 de julho.

Aos aprovados – conforme nota superior às de corte nos cursos selecionados -, o registro acadêmico deve ser feito de 13 a 18 de julho. Já candidatos que não passaram nas duas modalidades inscritas ainda poderão esperar chamadas seguintes. Para isso, é necessário manifestar interesse na lista, entre 6 a 18 de julho.

Ana Carolina se inscreverá no Sisu pela segunda vez a fim de mudar de curso ou universidade (Foto: Acervo Pessoal)

A coordenadora administrativa e colaboradora no setor pedagógico desde 2010 no pré-vestibular Matriz do Saber, em Feira de Santana, Lorena Sabathier, salienta que candidatos têm mais chances de passar no processo seletivo do segundo semestre devido às vagas já preenchidas no início do ano. Ela analisa que é mais comum ter um número maior de vagas e chamadas.

Outro ponto citado é que universidades, como a Uefs e Ufba, antes com próprio sistema seletivo, passaram a aderir ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ampliando as chances de aprovação por meio do Sisu.

Medicina
Na lista de cursos mais concorridos, Medicina continua chamando a atenção. Sabathier avalia que a maioria dos alunos do pré-vestibular quer ser médico. Pelo Sisu, são 1.583 vagas em todo país. Apenas 94 serão ofertadas neste semestre no estado: 64 pela Ufba e 30 pela UFRB.

Heide Pinto, 20, está em seu terceiro ano tentando Medicina e é estudante do BI em Saúde na Ufba, em razão da possibilidade de migrar direto para o curso tão sonhado. Em paralelo, costuma fazer o Enem para passar no Sisu, pelo método tradicional. “Pretendo continuar nas universidades públicas. Primeiro que não tenho condições de bancar um curso de Medicina em faculdade particular, e segundo porque sou completamente apaixonada pela Ufba”, comenta.

Por ter transtorno de ansiedade generalizada (TAG), a jovem desabafa que o processo seletivo gera um grande desgaste emocional. A saída, portanto, tem sido realizar exercícios físicos com regularidade a fim de desanuviar o estresse com o Sisu, que ela pretende monitorar apenas uma vez por dia.

Já Beatriz Nunes, 18, confessa que está sem expectativas para o 2022.2, pois a nota do Enem foi abaixo do esperado. De todo modo, o objetivo é seguir tentando o ingresso em instituições públicas, sobretudo, Uefs e Ufba. Por isso, já está estudando para o próximo exame.

“Pretendo a universidade pública porque acredito que me dará melhor oportunidade no mercado e terei melhor oportunidade de fazer pesquisas e ter formação mais completa”, declara.

Beatriz visa entrada em universidade somente após o próximo Enem Foto: Acervo Pessoal 

Estratégias para se dar bem no Sisu:
– Monitore as notas de corte ao menos uma vez por dia;
– Compare notas de todos os dias para, no último, escolher o curso e universidade mais próximos da sua realidade;
– Liste as faculdades que gostaria de entrar e suas notas de cortes nos últimos três anos;
– Fique de olho no site: acessounico.mec.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.