Tadinha! Regina Duarte, líder da direita entre os artistas, se diz ‘muito triste’ com a polarização na cultura

 

“Que coisa mais triste, a arte em toda a sua grandeza submetida aos ditames da política do ‘toma-lá-dá-cá’ ideológico”, disse

Foto: Instagram

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, a atriz Regina Duarte, afirmou, através de sua conta do Instagram, nesta semana, que está “muito triste” com a polarização na cultura.

“Que coisa mais triste, a arte em toda a sua grandeza submetida aos ditames da política do ‘toma-lá-dá-cá’ ideológico que ameaça pairar acima da obra artística, aquela que deveria ser intocável… Não?!”, escreveu.

A atriz, que sempre apoiou candidatos de direita, entre eles Fernando Collor e agora, Jair Bolsonaro, ganhou notoriedade política durante as eleições de 2002, ao afirmar em um vídeo, que tinha medo do PT.

A sua declaração acabou gerando o slogan: “A esperança venceu o medo”.

Ainda sobre a polarização, ela disse ter sido “educada pra não ‘misturar alhos com bugalhos’, termo que talvez se aplique à forma de lidar com as artes da nossa cultura neste momento. Muito triste. #SempreporAmoraoBrasil”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *