TCU cita prefeitura de Uauá na ‘máfia dos sanguessugas’

tcu_gde2

Grazzielli Brito – Ação Popular

O prefeito Jorge Lobo, da cidade de Uauá-BA, foi relacionado à operação “Sanguessuga”. O escândalo de corrupção deflagrado em 2006 descobriu a quadrilha formada por políticos que tinham como objetivo desviar dinheiro na compra de ambulâncias no país. Desde então, o Tribunal de Contas da União (TCU) analisa inúmeros processos de convênios para compra de ambulância e publicou no dia 06/07 em Dário Oficial irregularidades na aquisição de Unidades Moveis de Saúde para o município.

A publicação oficial relata a existência de irregularidades na licitação, onde participaram empresas com sócios em comum e a não realização de pesquisa de preço antes da compra. O TCU dá conhecimento ao município e aos órgãos responsáveis para que “adote as providências que julgar necessárias ao ressarcimento do débito apurado”.

A determinação é para o arquivamento do processo ficando o devedor, Jorge Lobo, obrigado a quitar o débito.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *