Uauá: A polêmica na escolha do vice de Lindomar

Da Redação

Segundo informações chegadas da capital baiana, já está sendo articulada a possibilidade de atrair um partido de oposição para fazer parte da chapa como vice do prefeito Lindomar Dantas (PCdoB). “Garantiram que o vice não sai da base do governo como já foi cogitado na imprensa regional, mesmo porque o nome citado não tem expressão eleitoral, está desgastado, não tem partido, expressão popular, e não se elege mais  nem à inspetor de quarterão, quanto mais ser vice candidato de uma chapa que enfrentará muitas complicações. Estão trabalhando nos bastidores para atrair dois partidos de oposição que façam parte da base política do governo do estado para tentar reeleger o prefeito Lindomar. Segundo as pesquisas de monitoramento interno do próprio governo, a situação municipal não é boa. Ou se atrai um nome da oposição, caso contrário vai perder. Esta é a avaliação,” informou a fonte.

Segundo o repórter Dondinha, “no ano passado, um dos pré-candidatos entrou em tentação e quase se abraça com o padre para ser o vice, só não foi porque houve resistência dos integrantes do partido. Neste ano, ele está manso, igual a mineiro, defendendo na moita esta aliança, não pensa no coletivo e no povo. Mas se o partido for, o pouco que restou do eleitorado não vai. O cerco está se fechando e o desespero aumento”, analisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *