Univasf, UNEB, UPE, Facape e IF Sertão-PE avançam nas discussões sobre parcerias

Ações de cooperação para o desenvolvimento de projetos conjuntos no polo universitário das cidades de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) serão alvo do I Encontro Local de Dirigentes de Instituições Públicas de Ensino Superior, que acontece amanhã (7), no Campus Sede da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina. O evento promovido pela Reitoria da Univasf, será aberto às 8h para o debate ‘Conhecendo as Ipes’, nas dimensões do ensino, gestão, extensão, assistência estudantil e pesquisa. A Univasf, entidade anfitriã, representada pelo reitor Julianeli Tolentino de Lima receberá os dirigentes da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), da Universidade de Pernambuco (UPE), da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais (Facape) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

A primeira Rodada de Conversas terá a participação dos professores José Flávio Soares e João José Borges (UNEB), Maria Gleide Macedo (UPE), Rinaldo Remigio (Facape) e Leonardo Sampaio (Univasf). Em um segundo painel ocorrem as apresentações das professoras Aurilene Rodrigues Lima e Luzineide Dourado (UNEB), professores Claudemiro Lima (UPE), Rinaldo Remígio (Facape) e José Raimundo Cordeiro Neto (Univasf). A programação se estende, à tarde, com as participações dos professores Tonivaldo Barbosa e Ruy de Carvalho (UNEB), Veridiana Furtado (UPE), Carlos Gonçalves (Facape) e pedagoga Abmailde Maria Cavalcanti (Univasf). No último painel, as exposições da professora Márcia Guena (UNEB); professores Paulo Adriano (UPE), Carlos Gonçalves (Facape), Cícero Antonio de Sousa Araujo (IF Sertão-PE) e Cheila Bedor (Univasf).
olentino, o encontro visa identificar possibilidades de parcerias. “O nosso propósito é somar as nossas vocações e competências, possibilidades de uma rede de cooperação com ações concretas, que contribuam para o fortalecimento e consolidação do polo educacional local, o que, sem dúvida, trará também impactos positivos a outros setores estratégicos para o desenvolvimento da nossa região”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *