Universidade de SC censura dissertação de mestrado por citar Bolsonaro

De acordo com a Universidade, a medida veio para evitar “possíveis implicações jurídicas”

Universidade do Vale do Itajaí (Reprodução)

A procuradoria jurídica e coordenação da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina, censurou o título de uma dissertação de mestrado em Políticas Públicas por fazer referência ao presidente Jair Bolsonaro. De acordo com a Universidade, a medida veio para evitar “possíveis implicações jurídicas”.

O título censurado é “Bolsonaro no Divã: A erótica do poder, o desejo e a metástase do gozo nos entremeios das políticas públicas no Brasil”, da mestranda Neusa Maria Vasel. O trabalho explora, através de análise de discurso, as falas do presidente. O veto foi, especificamente, ao uso de “Bolsonaro no divã”. Esta é a primeira vez que um trabalho sofre esse tipo de interferência no programa de mestrado.

Um dos orientadores da dissertação, o professor Eduardo Guerini, disse em entrevista ao NSC Total que o projeto passou pela banca de qualificação e pelo seminário de apresentação, em que foi apresentada uma prévia da pesquisa. “Na banca de qualificação foi orientado que ela acrescentasse ‘Bolsonaro no divã’ ao título, porque Bolsonaro era o alvo da pesquisa, e ela estava usando a psicanálise”, explica.

A sugestão de retirar o nome de Bolsonaro é censura. Temos análises de programas de Lula e Dilma, por exemplo. Com críticas”, continuou.

O título foi censurado quando o trabalho chegou à fase de publicação do ato regimental, que antecede a banca final. A autora do trabalho preferiu não comentar o caso, que passou a circular sexta-feira nas redes sociais. A orientadora, Micheline Ramos de Oliveira, está em viagem e não foi localizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *