Vereador denuncia descaso por parte da prefeitura e perseguição em Canudos

Beto da 150

Da Redação

O vereador Beto da 150 soltou o verbo contra a atual administração do município de Canudos, Bahia, e por conta disso revela que vem sofrendo perseguição política e pessoal. Beto lamenta o fato de Canudos não ter, sequer, uma casa popular, nem estádio de futebol e o péssimo estado em que se encontra o hospital da cidade.

Segundo o vereador, o atual prefeito quis aplicar um golpe em Canudos. “Ele queria tomar um empréstimo para fazer calçamento na 150 e pagar em 24 anos. Isso é uma fraude ele queria era meter a mão no bolso do cidadão canudense”, denunciou.

Sobre as perseguições que vem sofrendo, Beto relatou que recentemente o ex-prefeito Dr. Vavá, irmão do atual prefeito Senoca (PRB), incentivou a população contra ele em um programa de rádio. “Esse Dr. ‘Da Mentira’ motivou os eleitores dele pra me perseguir, me provocar. Foram para a câmara na segunda para impedir minha fala, mas falei. Na terça, quando o irmão dele mais uma vez impedido de concorrer às eleições pelo TRE e a população comemorava, a minha casa foi apedrejada”, conta.

Beto da 150 denunciou também o abandono de sua Comunidade. Segundo ele a UNEB conseguiu 70 mil reais para a reforma da escola, na 150, que não aconteceu porque o prefeito não autorizou. “Enquanto isso a escola esta abandonada, existe uma sala de informática desativada, com o lixo e a traça acabando com tudo”.

“Estou sofrendo perseguição pessoal. Eles planejaram minha cova, mas não vão me abater, porque sou homem canudense, amo essa terra e vou defender o interesse do povo de Canudos”, finalizou.

Com a palavra o gestor municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *