Vereador denuncia tentativa de suborno durante eleição

Jilson Cardoso

Thalita Bezerra – Ação Popular

O vereador eleito no seu 3º mandato em Canudos, Jilson Cardoso (PSDB), avalia quadro político na cidade referente à campanha eleitoral. “A nossa campanha foi crescendo desde o inicio e na reta final tivemos muitas adesões e muitas pessoas que já acreditavam em Geo e tinham dúvida passaram a fazer parte do nosso grupo político”.

Segundo Jilson, passado as eleições o prefeito Genário Rabelo, o popular Geo (PSD) já começou a assumir algumas prioridades do município. “Nós sabemos que o prefeito abandonou o município tanto na saúde como na educação e hoje Geo já assume algumas responsabilidades da cidade, a exemplo de muitas pessoas que tinha que fazer o seu tratamento de saúde fora de Canudos Geo já vem ajudando”.

Com relação às denuncias referente à administração do atual gestor Arsênio Almeida (PRB), o vereador disse que vão ser apuradas todas. “Temos diversas denuncias no ministério público e existem algumas que inclusive o prefeito já foi notificado e teve algumas audiências, além disso, já fizemos o levantamento de outras que serão apuradas juntamente com o ministério”.

Sobre o trabalho entre executivo e o legislativo no próximo ano, ele foi direto. “Na câmara temos 7 vereadores e vamos sentar para decidir quem será possivelmente o presidente da câmara e as questões administrativas também. No dia 1º de janeiro já queremos entrar trabalhando, pois sabemos da carência em que se encontra a nossa cidade e tenho certeza que Geo vai fazer desses 4 anos, 8 anos, Canudos não cresceu e sim regrediu”.

Questionado se houve compra de votos por parte do atual gestor, Cardoso disparou. “Para ser ter idéia tiveram pessoas que receberam R$ 2 mil, além disso, outras pessoas receberam R$ 500 reais e gastou o dinheiro todo com cerveja e os amigos, tenho gravação de tudo, esse caso acima citado foi o de Neném da 50, dentre outros também. Outro fato que vale destacar é o atraso do salário do vice-prefeito Luiz Washington que só se deu por conta que o mesmo aderiu o nosso grupo político”, denunciou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *