Vereador Pérsio Antunes diz que a Câmara de Vereadores não precisa de quantidade e sim qualidade

Pérsio Antunes

Da Redação

Durante sessão realizada na manhã de ontem (20), a presidente da Casa Plínio Amorim, vereadora Maria Elena (PSB), adiou a votação do projeto de lei de autoria do Legislativo de Petrolina que definiria o número de representantes na Casa a partir de 2013. A vereadora informou que o projeto será votado no próximo ano. Sobre o assunto, o Líder de Governo, Pérsio Antunes (PMDB), não poupou criticas e afirmou que a câmara de vereadores não precisa de quantidade e sim qualidade.

“É melhor você ter 15, 16 e 17 que pensem, do que ter aqueles que vêm aqui para fazer uma profissão. Eu lamento ter saído daqui César Durando, Pedro Norberto, Chico Freire, o resto ficam a cargo de vocês para interpretar o que eu quero dizer, estou falando em qualidade e vocês em quantidade, a realidade que muitos dos futuros candidatos de Petrolina não tem qualidade de assumir o cargo de vereador”, disparou.

Ele afirma ainda que esteja existindo uma falta de consenso na câmara com relação à decisão da quantidade de vereadores para as próximas eleições. “O que existe por traz de tudo isso é falta de consenso, a casa ainda não chegou a nenhum entendimento no que diz respeito à quantidade de vereadores para a próxima legislatura, portanto, precisamos entender primeiro e depois ter a votação”, diz.

Garantindo não estar ligado a questões financeiras, o líder da situação listou os aspectos negativos do aumento de vereadores na Casa Plínio Amorim. “Eu sou a favor de aumentar de 14, agora o meu entendimento é que aumentar não significa dizer que se está resolvendo o problema de Petrolina. Nós precisamos de vereadores qualificados. Eu quero dizer ao povo de Petrolina que eu não tenho medo de votar 14, 16, 18, 20 ou 21 porque no voto o povo vai escolher quem é o melhor para conduzir Petrolina. Para mim não importa a quantidade e sim a qualidade”, concluiu.

Informações Neya Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *