Vereadores Alex Tanuri e Mitú do Sindicato cobram da Prefeita o projeto de reajuste dos ACS e ACES 

Por: Manoel Leão

O Vereador Alex Tanuri em questão de ordem, questionou o Presidente em exercício da Câmara, Vereador Gildásio Soares (PRTB), para que explicasse porque a Prefeitura enviou ao SINTRASE, Sindicato que reúne os  ACS e ACEs, ofício informando que a Lei de reajuste destes servidores já estava na Câmara e até agora não foi colocada em votação.

Vereador Alex insiste na cobrança do envio do reajuste dos ACS

 “Estou recebendo aqui várias mensagens dos agentes comunitários perguntando, porque alguém lá da prefeitura disse que tinham mandado o Projeto de Lei para ser votado sobre o reajuste e regulamentação do salário dos agentes. Eu gostaria de saber de Vossa Excelência se está na sala do Presidente, se está na Mesa, para a gente colocar em votação o mais rápido possível porque não se pode brincar com o salário do servidor”

Sem resposta do Presidente, Alex emendou: “Ou é fake news da prefeita dizendo eu está aqui e não está”

Vereador Mitú do Sindicato

Já o Vereador Mitú, registrou a presença da Diretoria do Sindicato dos Agentes de Endemias e perguntou o porquê o reajuste não chegou nesta Casa: “Fica um jogo de empurra-empurra; Thiago diz que é Fernando, Fernando diz que é o Procurador e precisamos que seja resolvido. O recurso chegou no início de julho, nós estamos no dia 16 de agosto, nesse instante é setembro. Sobradinho já pagou, Petrolina já pagou, Bonfim já pagou, Curaçá já pagou e o porquê só não Juazeiro?”

“Porque que a Prefeita não atende e nem recebe os Agentes Comunitários de Saúde? São quase tres milhões de reais que se encontram nas contas da prefeitura já”.

Lembrando que é sindicalista, Mitú registra: “Esse pessoal tem sido até maleável. Voces são sindicalistas e tem de resolver a vida de vocês, mas minha sugestão, se não houver nenhum encaminhamento, convoquem uma Assembléia e botem o Povo na rua!”

Alex Tanuri pede um aparte e diz o que, no seu entender, está acontecendo: “Estou aqui com um ofício do SINTASE entregue à Prefeitura desde o dia onze do sete, a mais de trinta dias. A falta de respeito para com o servidor público, principalmente o da Saúde, é imensa”

“Desde o dia 06 de julho tem um milhão, seiscentos e trinta e quatro mil na conta da prefeitura, mas a prefeita, eu acho, que ela quer usar isso aí para fazer outros serviços que envolva a eleição de deputado” – e pede aos vereadores – “Vereadores, vamos buscar esse entendimento para os Agentes Comunitários de Saúde ao invés de votarmos criação de cargos de Secretaria de Educação que está sendo investigada”.

A EC  122, determinou, desde maio, o piso salarial dos ACS e ACEs no valor de dois salários mínimos. Todas as cidades da região já começaram a pagar o piso.

Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.