Viagem a Nova York foi desastre para o Brasil, diz Miriam Leitão

Ela lembra que Bolsonaro só pode comer na calçada, que Queiroga fez gesto sórdido e que chanceler apontou arminha

(Foto: ABr | Reprodução)

A jornalista Miriam Leitão retratou a destruição da imagem do Brasil por Jair Bolsonaro e sua comitiva em Nova York. “A viagem a Nova York foi um desastre. O enredo é tão absurdo que parece irreal. A comitiva do governo fez essa viagem para aumentar o desprezo em relação ao Brasil. O presidente perdeu a chance de dar a resposta certa ao primeiro-ministro Boris Johnson, quando ele recomendou a vacina Astrazeneca. Poderia ter dito que no Brasil é produzida em parceria com a Fiocruz e que é a vacina que protegeu milhões de brasileiros. Em vez disso, ele preferiu exibir sua inadimplência. Um presidente que só pode comer na calçada ou no puxadinho de um restaurante brasileiro. O ministro da Saúde faz um gesto sórdido para manifestantes e termina a viagem contaminado e fazendo quarentena em hotel. O ministro das Relações Exteriores mostrou em um gesto que a sua lealdade não é ao Estado brasileiro, como deveria ser, mas ao governo da ‘arminha’. Tudo é deplorável. E, além disso, temos uma crise econômica”, escreveu em sua coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *