Vídeo mostra casa de Evo Morales depredada por aliados da extrema-direita boliviana

“Bolívia e o mundo são testemunhos do golpe”, escreveu Evo Morales nas redes sociais ao comentar o ataque

Reprodução/Twitter

Na manhã desta segunda-feira (11), um vídeo passou a circular nas redes sociais mostrando a casa de Evo Morales revirada e destruída após um ataque de extremistas da direita boliviana. Ataque foi realizado após a renúncia de Evo neste domingo (10), pressionado pelas Forças Armadas do país.

As imagens mostram vidros quebrados em quase todos os aposentos, gavetas reviradas no chão, quadros quebrados e aparelhos destruídos. Na escada, uma pichação em letras vermelhas garrafais chamando o presidente de “hijo de puta”, e uma segunda, já no segundo andar, o chama de “assassino”.

As pessoas que aparecem no vídeo não foram as que atacaram a casa, mas sim vizinhos do presidente. Em momentos da filmagem, é possível ouvir as instruções de “não toquem em nada”, e no final, quando se escuta sons de vidros quebrando, muitos gritam “não sigam” e “parem com isso”.

As imagens dão conta do nível de violência dos opositores bolivianos, sendo que outras figuras políticas ligadas a Evo Morales, incluindo a irmã do presidente e aos movimentos sociais, especialmente os movimentos indígenas, também tiveram suas casas incendiadas.

Nesta segunda-feira (11), Evo foi às redes sociais comentar o caso. “Os golpistas assaltaram a minha casa e a da minha irmã, incendiaram domicílios, ameaçaram ministros e seus filhos de morte e maltrataram uma prefeita, agora mentem e tentam nos culpar pelo caos e violência que eles mesmos provocaram. Bolívia e o mundo são testemunhos do golpe”, escreveu Morales.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *