Zona Franca: prefeito de Manaus ataca Guedes

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, não gostou da posição do ministro Paulo Guedes sobre a Zona Franca de Manaus. Virgílio Neto classificou como “extremamente infeliz” a fala do ministro  em entrevista para Miriam Leitão, na Globo News, na qual Guedes afirmou que não irá “ferrar o Brasil todo para que Manaus tenha benefícios”ao ser questionado o que acontecerá com a ZFM com o fim do IPI.

“Não se mostrou preocupado com o destino de mais de quatro milhões de habitantes do Amazonas que, com o eventual fim da Zona Franca não teriam nenhuma alternativa de curtíssimo prazo para sobreviver”, disse o prefeito.

“Cabe ao governo alçar o debate à altura do brilhantismo do próprio ministro Paulo Guedes, do economista Samuel Pessoa e de todos que dissertam sobre a Amazônia sem conhecê-la e condenam a Zona Franca, criada por Roberto Campos, sem admitirem o contraditório, sem a radiografarem por inteiro, sem examinarem tudo que ela é e tudo que está em volta dela.”

“Inclusive, quem sabe, visitando algumas de suas fábricas e vivendo, por um momento que seja, a dor e o sentimento de desperdício de quem se sente menoscabado, subestimado e subutilizado.”  (Estadão – BR 18)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *