“Aqui a lei se cumpre”, dizia o outdoor encomendado por Diogo Castor de Mattos, demitido do MPF

“Terra da Operação Lava Jato, a investigação que mudou o país. Aqui a lei se cumpre”, dizia o outdoor instalado em 2019 em uma via de acesso ao Aeroporto Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba

(Foto: Reprodução)

Conjur – O Conselho Nacional do Ministério (CNMP) decidiu nesta segunda-feira (18) pela demissão do procurador Diogo Castor de Mattos, responsável por um outdoor em homenagem à operação Lava Jato.

O painel foi instalado em março de 2019, em uma via de acesso ao Aeroporto Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba. Foram exibidas imagens de nove procuradores e a frase: “Bem-vindo à República de Curitiba. Terra da Operação Lava Jato, a investigação que mudou o país. Aqui a lei se cumpre. 17 de março — 5 anos de Operação Lava Jato — O Brasil Agradece”. Castor, que integrava a força-tarefa, anunciou seu desligamento após seu envolvimento vir à tona.

A votação do caso no CNMP ficou empatada em 5 a 5 e coube ao vice-PGR, Humberto Jacques de Medeiros, dar o voto de minerva favorável à punição. A demissão de Castos de Mattos não é imediata e o procurador poderá recorrer ao próprio CNMP e ao Supremo Tribunal Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *