Começou o desespero

Um determinado prefeito da região do Vale do São Francisco decidiu cometer crime de assédio moral. Isso porque está ameaçando os funcionários contratados e ocupantes de cargos comissionados à irem para o ‘porta a porta’, em plena pandemia, oferecendo álcool e máscaras para fazerem campanha para seu seu candidato chapa branca. O clima está tão pesado que os próprios funcionários não estão suportando as humilhações, e com isso alguns já decidiram apoiar – nos bastidores – o candidato de oposição.

Ilustração

É bom lembrar que todos esses prestadores de serviços e comissionados serão demitidos um dia após a eleição para o enxugamento de folha, e assim, sobrar dinheiro para curtir as festas de final de ano.

Desgastado, desmoralizado, e desesperado com vários processos na justiça, o ‘calça curta’ já mostrou que não elege seu sucessor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *