Flávio Bolsonaro diz que polícia agiu em “legítima defesa” contra Cid Gomes

O filho de Bolsonaro ainda desejou melhoras ao senador

Flávio Bolsonaro – Reprodução

O senador Flávio Bolsonaro (Sem Partido-RJ) respondeu à mensagem de Ciro Gomes (PDT-CE), pelo Twitter, nesta quinta-feira (20), desejando melhoras ao seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE).

O filho do presidente Jair Bolsonaro disse ainda que seu desejo de melhoras “não o isenta de ter provocado a reação, em legítima defesa, de pessoas que estão reivindicando melhores salários”.

Flavio Bolsonaro

@FlavioBolsonaro

Estimo melhoras ao senador Cid Gomes, o que não o isenta de ter provocado a reação, em legítima defesa, de pessoas que estão reivindicando melhores salários. Na democracia,existem instrumentos legais para resolver conflitos.Graças a Deus, o pior não aconteceu

412 pessoas estão falando sobre isso

Ciro Gomes havia tuitado: “Deputado #eduardoBolsonaro, será necessário que nos matem mesmo antes de permitirmos que milícias controlem o Estado do Ceará como os canalhas de sua família fizeram com o Rio de Janeiro”.

A resposta de Flávio aparece em seu perfil, mas desapareceu na resposta a Ciro.

Cid Gomes baleado

Cid Gomes foi baleado em frente ao quartel onde estava um grupo de policiais militares grevistas, em Sobral (CE). O irmão do ex-candidato à presidência Ciro Gomes subiu em um trator e foi em direção aos PMs, que estavam encapuzados.

“Eu vim aqui defender a paz e a tranquilidade do povo de Sobral. Ninguém será chantageado, ninguém deixará de trabalhar, de abrir suas portas e caminhar com tranquilidade em Sobral”, disse o senador pouco antes de ser baleado.

O tiro seria de bala de borracha, mas ele aparece com sangramentos nas imagens divulgadas. Com um megafone na mão, Cid ainda tentou fazer os PMs saírem do local, mas não foi bem recebido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *