“Fracassamos como sociedade”, diz Vera Magalhães, após brasileiros desejarem força ao coronavírus contra Bolsonaro

 

Vera Magalhães e Jair Bolsonaro
Vera Magalhães e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução | Marcos Corrêa/PR)

“Saio do programa e vejo que o tema mais comentado do país é uma hashtag desejando força ao vírus. Sinto dizer que você se transformou naquilo que condena. Ou talvez sempre tenha sido, só que com selinho antifa pra pagar de humanista. Fracassamos como sociedade”, disse a jornalista Vera Magalhães, após o Roda Viva com o presidenciável Fernando Haddad. Saiba mais sobre a entrevista de Haddad:

O presidenciável Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, criticou as forças políticas que se omitiram antes do segundo turno de 2018, permitindo a ascensão de um governo neofascista no Brasil, ao ser entrevistado no Roda Viva.  “Bolsonaro não tinha condições. Mas fazer o quê se Fernando Henrique Cardoso anulou o voto, se Ciro Gomes preferiu ir pra Paris”, afirmou.

No programa, o ex-prefeito de São Paulo também afirmou que Bolsonaro se utiliza de métodos fascistas em seu governo. Ele disse: “a maneira como ele usa a comunicação: a fake news não é um expediente do Bolsonaro, é uma prática. Hoje aparece uma foto dele falando que está tomando a cloroquina porque está com febre, ou seja, ele é uma pessoa que joga no obscurantismo.”

Haddad também falou sobre as ações do governo contra (ou a favor) da covid-19: “agora, essas coisas das máscaras. Eu não sei se é sadismo, falta de empatia, uma demonstração tola de autoridade, não sei o que se passa na cabeça de uma pessoa tão desequilibrada quanto Bolsonaro. Olha o que estamos vivendo!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *