John Khoury lança nome como pré-candidato a prefeito de Juazeiro

Ação Popular (AP)

Cresce o número de pré-candidatos a prefeitos em Juazeiro. Desta vez a novidade é o nome do empresário John Khoury, irmão do ex-prefeito, deputado federal e secretário de governo, Jorge Khoury. “Sou filho de Juazeiro, mas isso não quer dizer nada porque tem gente de fora que ama a cidade do mesmo jeito. Eu vivi no momento que vi Juazeiro com glórias e hoje estamos vendo a nossa cidade nesta situação triste para quem ama esta terra. E diante de tudo isso, estou colocando meu nome como pré-candidato para a apreciação da sociedade, sendo que eu trago experiência não só na inciativa privada como na coisa pública. As pessoas precisam ouvir as minha ideias e avaliar juntos com outros pré-candidatos”, destacou.

Situação da saúde

John afirmou que as coisas não andam nada bem na área de saúde. “Além de ver, ouço das pessoas dizer que nada vai bem. A saúde está uma lastima! Os hospitais fechados, o pouco que ainda existem falta médicos, enfermeiros e medicamentos. As filas para atendimentos são trágicas, levando muitas das vezes pessoas à óbitos na própria fila. Para se marcar uma consulta de vista, a pessoa se queixa por ficar mais de dois anos na espera, pois isso é uma tragédia. Como estamos vendo, a saúde é daí para pior”.

Ele ainda fez abordagem sobre outros problemas que estão afetando a população. “Foi maravilhoso construir novos prédios na educação, colocaram ar condicionados, tamparam as janelas, e na hora da manutenção, não existe mais janelas. Quer dizer, as coisas são feitas, mas bem feitas seria se tivesse pensando nos planos A  e B. Sobre o saneamento, o material dentro dos canais é para correr, aquilo se transforma numa verdadeira maternidade de muriçocas. Se construiu a duplicação da pista do Mercado do Produtor ao Tabuleiro, mas não tem uma pista para o pedestre andar. O que houve?faltou planejamento?”.

Fuga de empresários

Empresários que chegam na cidade tentam implantar seu comércio em Juazeiro e terminam enfrentando determinados tipos de problemas, sendo que alguns procuram outras cidades para se estabelecerem. “O município tem muitas taxas e isso não facilita a vida do empresário. Não se pode criar dificuldade para depois criar facilidade por caminhos tortuosos. Empresário é aquele que gera empregos, se a cidade tivesse muitos empresários não seria necessário a prefeitura ser transformada em cabide de emprego”.

Projeto Zona azul  

“O Zona azul é uma coisa muito importante, mas quando ela é bem feita. O objetivo dela é disciplinar o trânsito e não para servir de fonte de arredação. O Zona azul é para ser feito na área comercial e hoje se ver  do cais até as proximidades do bairro Alto da Maravilha. Para cada metro de asfalto tem uma lata de tinta azul. O Zona azul, IPTU e muitas coisas tem que serem revistas”.

Carnaval privatizado

Uma das maiores polêmicas existentes em Juazeiro, também, é com relação aos espaços públicos reservados durante o carnaval para que empresários possam explorar. Um dos principais lugares é a Orla 2 onde são colocados palcos com camarotes. “Caso seja eleito, o carnaval será do estilo  Ivete Sangalo, o São João será do estilo Targino Gondim. Cada macaco em seu lugar, se a festa é popular, ela é para o povo, não é para ser privatizada. Algumas coisas tem que serem feitas para pagar despesas, mas cercar uma área com grades, transformando em curral onde o cara paga para assistir. De maneira alguma”.

Mas problemas criticas sobre a saúde

Os gargalos na área de saúde continuam no município. No último sábado uma criança morreu durante parto na maternidade, o que gerou grande polêmica na região. Outros problemas tem acontecido causando preocupação à população. “O público privado é o grande motor para que as coisas possam acontecer de bom na sociedade. Mas quando se fecha a Só Baby, Semec,  Santa Casa, Maternidade São José, e ainda se caminha à passos largos para se fechar a Prómatre, no entanto, isso não pode acontecer em nossa cidade. O que se pode fazer é reforçar aquelas casas que ainda resistem a exemplo da Sote, Prómatre, e poucas outras que ainda temos. Não existe condições de se ter um bom sistema de saúde fechando hospitais. Na UPA, o parente ou o amigo não pode acompanhar o paciente, ele tem que ficar sentado na calçada. A Prómatre chegou a dizer que fazia 800 partos, hoje não faz 400. E quem está fazendo esses partos? A Maternidade tem condições de atender? Para rever a saúde é necessário trazer novos médicos, ter medicamentos, enfermarias  e um corpo técnico trabalhando em parceria com o município. A pessoa tem que marcar consultas através do telefone e do computador, não esmolando o funcionário ou o vereador   para se conseguir uma consulta. Fazendo isso sobra dinheiro que ainda se soma ao que é destinado pelo governo federal”.

Candidatura de prefeito

O empresário John Khoury já conta com os apoios de seu irmão Jorge Khoury e outras lideranças de Juazeiro em sua pré-campanha. Ele afirmou que depois do carnaval pretende conversar com o presidente Nacional do DEM, ACM Neto para consolidar seu objetivo. “Em Juazeiro já estamos trabalhando para consolidar este projeto com algumas lideranças.  Depois do carnaval espero manter contato com ACM para que possamos conversar. Agora é impossível devido ao carnaval e a sua agenda que está cheia e viajando à Brasília. Mas Jorge tem mantido contato com ele. O meu irmão é quem lidera o partido aqui em Juazeiro. O Democratas não é nome de fantasia, outros nomes podem se lançarem  caso tenham pretensões de serem também pré-candidatos”, informou.

Ele ressaltou que manteve contato com ex-prefeitos ligados a legenda, e ainda com lideranças que fazem parte da legenda no município. “Já contactei com alguns, não abrirei mão de nenhum daqueles que já estiveram na luta. O meu partido de coração é Juazeiro, e conclamo todos àqueles   que não estão satisfeitos com este governo pra juntos marcharmos pela reconstrução desta cidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *