Codevasf e Prefeitura de Curaçá deixam famílias de Curaçá sem água

 

Da Redação

Os moradores das fazendas Zanzibá, Água Branca, Cachoeira, Tanquinho, Barra do Brejo, Pinto, Riacho da Mão Esquerda, Cacimba e Brandão, localizadas no município de Curaçá, Bahia, estão revoltados com a administração do prefeito Pedro Oliveira (PSC) e com a Codevasf que nada fazem para recuperar a adutora que abastece essas comunidades.

A água se perde no meio do caminho deixando dezenas de famílias passando necessidade

Segundo a moradora Débora Susana Vieira, “estamos sofrendo com a falta d’água que está nos provocando revolta, pois temos uma adutora que fornecia água para as comunidades, e que atualmente a mesma se encontra com a tubulação furada, com vazamentos e ninguém toma providência”, lamentou.

Os moradores usam até pedra para tentarem tapar os buracos da encanação enferrujada

Ela afirmou que já apelou para as autoridades local e nada de providência até o momento. “A prefeitura que é responsável nada faz. Foi conseguido no ano de 2018, através de um deputado federal e um determinado vereador do município, recursos de emenda para fazer a revitalização de toda sua extensão e o projeto não andou. Ainda assim, foi feita licitação, mas a empresa vencedora do certame não executou a obra devido a falta de alinhamento com a Codevasf, responsável pelo pagamento da obra que deveria ser executada”, desabafou.

O desperdício de água tem causado revolta aos moradores

A senhora Débora Susana afirma ainda que “mesmo com recurso em caixa, passou o ano 2018 é nada foi feito, venceu a emenda e o recurso foi devolvido. Uma segunda emenda foi feita em 2019, esta vence agora no dia 10 de dezembro e nada de solução com a água sendo desperdiçada e nós moradores sofrendo em nossas casas com as vasilhas secas sem água para beber, cozinhar, lavar e dar para os animais”, desabafou.

Material de péssima qualidade foi usado na execução do projeto

“Só para lembrar, esta adutora foi inaugurada há mais de dez anos e nunca houve serviço de manutenção por parte da Codevasf. A adutora Vale do Curaçá hoje mais conhecida como ‘Adutora do vento’ se encontra nesta condições de abandono. Tanto eu, como os moradores: Rosemar Suzano dos Santos Vieira, Rose Marilane Vieira da Silva, Rosa Maria Suzano do Carmo Silva, imploramos para que algo seja feito com urgência”.

Nessas comunidades residem aproximadamente 350 pessoas.

Com a palavra a administração municipal e a Codevasf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *