‘Não me vendi, eles que me compraram!’

Quase todos os processos relacionados a crimes eleitorais já se encontram na mesa do TSE para serem julgados, alguns já foram despachados – a exemplo de Uauá quando cassou o mandato de quatro vereadores -, mas teve um de um determinado município da região Norte da Bahia, que o denunciante desistiu do processo e hoje se encontra abraçado com seu ex-desafeto desfilando com carro de luxo pela cidade. “Se ele já estava morto politicamente, agora que se enterrou”, disse um ex-seguidor revoltado ao AP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.