O rombo é bem maior na prefa do Recife

Na operação da Polícia Federal o que chamou atenção, ontem, foi que se destinou atingir apenas um alvo da busca e apreensão de documentos: o secretário de Saúde, Jailson Correia, quando é sabido que o prefeito Geraldo Júlio tem um exército de áulicos cumpridores de missões quase impossíveis. A PF não foi advertida sobre esse detalhe extremamente importante ou está escondendo a parte mais importante da sua investigação? Oxalá a segunda opção, porque as compras suspeitas do prefeito estão em torno de R$ 700 milhões e não apenas de R$ 11,5 milhões, objeto da operação da Federal no gabinete da Saúde e na casa do secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *