Pilão Arcado: “Orgeto não gosta de professor”

Da Redação

“Orgeto mostrou mais uma vez que é o herdeiro direto e natural de tudo que não presta no seu grupo político” – comentou Mundoca na noite desta quinta-feira, ao tomar conhecimento que o candidato da situação não compareceu à reunião com a APLB, que representa os professores de Pilão Arcado – “Ele, igual seus padrinhos, mostrou que não gosta de professor, não dá importância à educação das crianças e não está nem aí se nosso município continua como um dos mais atrasados do Brasil”.

 

Revoltado, “Não é porque ele fugiu do debate” – diz um indignado Mundoca – “É porque vejo o descaso com que ele trata os professores e a pouca importância que dá à educação”.

A razão da revolta

O candidato de oposição em Pilão Arcado, Mundoca (Raimundo Nonato Dias dos Santos – PSDB), para a eleição suplementar que se realiza no próximo dia 02 de fevereiro, participou de uma reunião na APLB-Sindicato, assumindo diversos compromissos que irá cumprir com a classe, caso eleito.

Na reunião propôs um debate público, mediado pela APLB e no local e data que mais fosse conveniente para os professores, sugestão acatada pelos sindicalistas.

O mesmo convite de reunião foi feito ao atual prefeito e candidato. Ele, com descaso, enviou a Secretária de Educação e um dos advogados da prefeitura, não deu resposta ao convite para o debate e, como se desdenhasse, transitou em diversos locais próximos à sede da APLB depois de ordenar a seus empregados que comunicassem aos diretores da APLB que estava em campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *