Presidente do BC desmente Bolsonaro: ‘Bancos não perdem dinheiro com pix’

“O sistema (Pix) foi construído por todo o sistema financeiro. Os bancos ajudaram muito”, afirmou Campos Neto

Redação
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

 

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) atribuir a adesão dos bancos a carta pela democracia ao que chamou de “paulada” do Pix, o presidente do Banco Central (BC) do Brasil, Roberto Campos Neto, disse, nesta quinta-feira (11), que não é verdade que as instituições financeiras estão perdendo dinheiro com a nova ferramenta.

“Eu quero já dizer que não é verdade que os bancos perdem dinheiro com o Pix. Inclusive, a gente deve, em algum momento, soltar algum tipo de estudo mostrando isso. Você tem uma perda de receita em transferência, mas, por outro lado, novas contas são abertas, novos modelos de negócio são gerados, você retira dinheiro de circulação, o que é um custo enorme para o banco, você aumenta a transação, então o transacional aumenta”, disse.

Ainda no final de julho, Bolsonaro havia afirmado que tinha “acabado com o monopólio dos bancos”. “Você pode ver, esse negócio de carta aos brasileiros, à democracia, os banqueiros estão patrocinando. É o Pix que eu dei paulada neles, os bancos digitais que nós facilitamos”, disse na ocasião.

No entanto, durante uma palestra na 32ª edição da Febraban Tech, evento da Federação Brasileira de Bancos, em São Paulo, Campos Neto afirmou que os bancos participaram do desenvolvimento do pix. Ele ressaltou, ainda, que as instituições entenderam, no processo de construção da ferramenta de pagamento, que todos os participantes sairiam no lucro.

“O sistema (Pix) foi construído por todo o sistema financeiro. Os bancos ajudaram muito, botaram propaganda bonita, fizeram um marketing muito bom”, acrescentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.