PSOL pede urgência à PF na investigação de assassinato de líder indígena Guajajara no Maranhão

 

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados enviou um ofício ao diretor-geral da Polícia Federal nesta quinta-feira (2) para exigir que o assassinato do líder indígena Zezico Rodrigues Guajajara seja investigado urgentemente.

Zezico foi morto a tiros na última terça-feira, na Terra Indígena Araribóia, no Maranhão. Ele comandava um centro educacional para indígenas.

“O número de homicídios contra o povo Guajajara é crescente, e muitos dos quais seguem sem punição ou mesmo investigações conclusivas. Acrescente-se a isso o contexto já conhecido de constantes invasões às terras indígenas, especialmente por madeireiros, garimpeiros e grileiros”, escreveram os parlamentares a Maurício Valeixo, responsável pela PF.

A bancada afirmou também que Sergio Moro autorizou o emprego da Força Nacional na região por três meses, mas a violência não diminuiu.

As informações são do PSOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *