Reativação de usina de asfalto deve render economia de 60% à Prefeitura de Juazeiro em operações tapa-buracos

A prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Serviços Públicos (SESP) iniciou os trabalhos de limpeza das áreas de funcionamento da usina de asfalto. Desativada há anos, a usina deve ser reativada ainda esse semestre.

O equipamento serve para serviços como pavimentação, construção e recuperação da malha asfáltica, suprindo a necessidade do município com relação à manutenção periódica de ruas e avenidas. De acordo com o titular da SESP, Charles Leal, não se trata de uma usina para fazer novo asfalto, ou uma nova rua, mas oferecer um melhor suporte às operações tapa-buracos, levando também pavimentação de qualidade para a população.

Além de beneficiar todo o município, com asfalto em ruas do centro e comunidades que são sacrificadas pela deficiência de revestimento, o maquinário irá gerar uma economia de até 60% aos cofres públicos e mais autonomia no trabalho das equipes.

Ajustes

Foram feitas instalações e revisões das máquinas, faltando agora pequenos ajustes e a substituição de uma peça fundamental para seu funcionamento.

“Não é fácil colocá-la para funcionar, mas pensando em não gerar custo para a prefeitura, com a contratação de uma nova empresa para fazer o serviço ou ter o material, iremos reativar. A prefeitura já tem a usina, a mão de obra, tendo que custear apenas a matéria-prima, que é a emulsão asfáltica”, explica Charles Leal.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *